Carnaval de Manaus será marcado pela inclusão

Carnaval de Manaus será marcado pela inclusão

Manaus – Que o Carnaval sempre foi uma festa de todos nós já sabemos, mas a avenida vai celebrar ainda mais a diversidade neste ano. Em especial, devido às agremiações Reino Unido e Andanças de Ciganos, que vêm preparando desfiles com elementos fora do que o público está acostumado a ver no Sambódromo.

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Andanças de Cigano preparou um espaço especial para mulheres plus size. O termo originário do inglês para designar pessoas com o manequim acima do 44 é motivo de orgulho para a modelo, atriz e cantora Magda Loiana, de 25 anos. “Acredito que vai ser uma quebra de tabu muito importante no Carnaval desse ano”, afirma. “É um momento para mostrar que é possível ser feliz e pular o Carnaval independente do seu corpo ou do tamanho das roupas que você veste”.

Sobre a roupa que será utilizada no desfile, Magda prefere manter o mistério, mas adianta que a ala faz parte do primeiro setor. Com o tema “Nas Minhas Andanças Encontrei a Cachaça Que Tanto Sonhei”, a Andanças de Cigano deve abordar a história da cana-de-açúcar trazida pelos portugueses na época do Império. “Vão ser roupas voluptuosas, com espartilho e muitos ornamentos lindíssimos da época”, adianta a modelo.

Para Magda, desfilar como plus size dá um recado essencial nos dias de hoje: a representatividade. “Quando anunciei nas minhas redes sociais, muitas meninas falaram comigo sobre como ficaram felizes de ver corpos iguais aos delas na avenida”, comenta a modelo. A responsabilidade é grande e na mesma proporção da alegria para ela. É a primeira vez de Magda na avenida e a Andanças de Ciganos é a primeira escola amazonense a criar uma ala com esse propósito.

Também inovando no desfile, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Reino Unido vai descer a avenida com uma ala de surdos. Ao todo, serão 60 pessoas que devem entoar os versos do samba-enredo nas linguagens de sinais. O coordenador da ala Otto Franco explica que o projeto surgiu em 2016, quando a escola abordou o enredo de comunicações no desfile. “É uma coisa inovadora e que não existe em nenhuma outra escola do Brasil”, conta ele. “Vimos ali a oportunidade de colocar essas pessoas no desfile”.

Segundo ele, os ensaios iniciaram em outubro do ano passado, logo que o samba-enredo “Ao Mestre Com Carinho, Na Escola Da Vida Eu Sou o Professor” foi anunciado. “Nós acreditamos na inclusão e estou nesse projeto com duas emoções: o amor pela Reino Unido e a paixão pelas libras”, afirma.

A Reino Unido é a quinta escola a descer a avenida, iniciando o desfile a partir das 1h20 da manhã do domingo (11). Já a Andanças de Ciganos será a segunda, desfilando a partir das 21h20 do sábado de Carnaval (10).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *